Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

É o fim

A terceirização das atividades-fim é o golpe de misericórdia nas universidades públicas brasileiras.
O papel da universidade se baseia em ensino, pesquisa e extensão. Fora isso é apenas um espaço de formação profissional, Em contratos de 180 dias não tem como um professor (atividade fim) desenvolver pesquisa e extensão, apenas ensino.A realidade de universidades fora do eixo Rio-SP é bem diferente, sem doutores suficientes e mesmo sem professores em quantidade necessária para um bom andamento do ensino (que se diga da extensão ou pesquisa).Sem concurso (estão fechados por, pelo menos 2 anos), qual será a única opção? Terceirizar professores que não possuem conhecimento local e que vão apenas para fazer seu mínimo. Por sua vez, com a redução das bolsas (CAPES, CNPq e outras), que instituição vai querer bancar um doutoramento para os efetivos, contratar substituto, se pode apenas terceirizar?Já existem grandes instituições de ensino (como PUC e Anhembi-Morumbi) com estoque de Doutores, j…

Últimas postagens

Não é céu

Sobre Edmilson Rodrigues

Eleições municipais 2016

Mais que nunca, é preciso ser brasileiro

O primeiro!

A fábula de um corpo aprendiz - parte 2

Em defesa do patrimônio vivo

De onde vem o tiro

No que mudei

Ver-o-Peso, ver o que está visível a todos