Repensar é preciso!

Já havia lido a algum tempo soube dessa denúncia feita através do Blog do Tas (Professor Tibúrcio, o cara do C.Q.C.) pelo Márcio Luis, através da Suatá - Associação Pró-Ilha de Algodoal / Maiandeua. Assim como o Pedrox Loureiro, não conheço Algodoal, e por quase todos os motivos que ele apresentou. Mas a gente tem que admitir que às vezes a gente peca por omissão. O processo que acontece atualmente em Algodoal, um dia ocorreu em Mosqueiro, em Salinas, em Outeiro (digo, Caratateua!). E depois que a situação se torna irreversível, só falamos: ah, que pena que está tão ruim!
O que dói é que há muitos anos o Museu Goeldi têm feito, através do Projeto Renas (leia-se Lourdes Furtado e heróica equipe) um trabalho sério de sensibilização, e que já conseguiu muita coisa, sim! Ouvi falar de Maiandeua ("Mãe da Terra") em vários momentos na minha vida de paraense, mas especialmente, e de forma apaixonada, pela Graça Santana, quando fui estagiária da museologia do Goeldi.
Acreditem: a coisa poderia ser pior! Mas também poderia ser melhor! E a culpa é de todos nós. Vejo que o tema repercute longe, mas, e aqui? Por que o paraense continua a não olhar pra si, para seus próprios problemas? Será que alguém daria atenção se não tivesse saído no blog do Marcelo Tas? E o nosso papel, como blogueiros, de falar além da mídia? Obrigada Pedro por me fazer repensar!

Comentários

Não conheço, proavelmente vá conhecer este ano. Mas pelo pouco que sei, e pelo que li... Tô vendo que o bicho fica preto pras bandas de cá quando o assunto e preservação do estado, como cultura, vida, e historia.

Tomara que de jeito, espero que sim.

beijos

p.s: eu era tua seguidora até sair do blogger.
=P

www.teencontrodepoisdachuva.wordpress.com

Postagens mais visitadas