"Cada minuto que passa é um milagre que não se repete"

Quando eu era criança, minha mãe sintonizava a Rádio Relógio Federal (transmitida a partir do Observatório do Valongo no Rio de Janeiro) que atualizava segundo a segundo (com seus pi, pi, pi intermináveis) a vida de todos. Essa era a forma que ela tinha de nos fazer ter noção do tempo para cumprirmos nossos compromissos, normalmente escolares. Não esqueço algumas propagandas que diziam coisas como "Depois do sol, quem ilumina o seu lar é a Galeria Silvestre"!
Não sei de quem é a autoria da frase que configurou o meu sentimento de urgência em relação às coisas: "cada minuto que passa é um milagre que não se repete". "Titia Google" atribui a autoria a Dorival Caymmi e Fernando Pessoa: creio que qualquer um dos dois poderia ser de fato autor dessa frase, de profundidade e impacto capaz de influenciar minha vivência no mundo. Uma epígrafe para o vindouro século XXI, antecipando a crescente aceleração da modernidade plantada no início do XX.

És um senhor tão bonito
quanto a cara do meu filho
tempo, tempo, tempo tempo (...)
és um dos deuses mais lindos
tempo, tempo, tempo tempo...


Sempre fui alimentada pelo sentimento de que perder tempo seria algo herético. Mas isso não significa que eu seja uma workaholic: adoro um fazer-nada, reler um bom livro, sentar pra ver o por-do-sol, dormir (ê coisa boa!)... A questão é de qualidade, não de quantidade. Não desperdiçar com emoções, pessoas, situações que não vão levar a nada. Dar eficiência plena a cada tic e a cada tac: prazer, alegria, potência, conhecimento, dinheiro... depende do valor que atribua à suas necessidades.
Como arquiteta venho me configurando cada dia mais na dimensão tempo que no espaço.
"Você sabia?"

Comentários

A. ANDRADE disse…
Obrigado pelo link. Veja que você também está no meu blog!
Oi, Claudia. Tb ouvia a radio relogio" Ao terceiro sinal será, precisamente...". Nostalgia é coisa boa, né? Beleza de postagem.
Grande abraço, Franz
Jaque disse…
Linda postagem... é como o pessoal lá da rua que eu ando, diriam "É muito legal ficar de toca, bicho." ahushaushuasha... O tempo é nossa rainha-mãe.
Beijos
flordeluxo
Claudia disse…
Obrigada a todos!
Depois que escrevi me toquei que aqui em Belém nunca teve Rádio Relógio! Mas tem cariocas, né Franz!!
EMS Moret disse…
A autoria da frase é de Margareth Storm Jameson (1891-1986), escritora inglesa:
"Acho que, presentemente, em cada mil pessoas, só uma conhece o segredo de viver realmente. Muitos de nós gastam 59 minutos por hra vivendo no passado, com pena das alegrias perdidas ou vergonhadas coisas malfeitas (ambas absolutamente inúteis e desgastantes), ou num futuro que almejamos ou tememos. A única maneira de viver é aceitar cada minuto como um milagre que não se repete; e é isso realmente que eles são - milagres que não se repetem."
EMS Moret disse…
A autoria da frase é de Margareth Storm Jameson (1891-1986), escritora inglesa:
Acho que, presentemente, em cada mil pessoas, só uma conhece o segredo de viver realmente. Muitos de nós gastam 59 minutos por hra vivendo no passado, com pena das alegrias perdidas ou vergonhadas coisas malfeitas (ambas absolutamente inúteis e desgastantes), ou num futuro que almejamos ou tememos. A única maneira de viver é aceitar cada minuto como um milagre que não se repete; e é isso realmente que eles são - milagres que não se repetem.
Claudia disse…
Beleza de informação EMS Moret! Obrigada!
Arlindo Fonseca disse…
Claudia, bom dia, não possuo blog facebook ou qualquer instrumento de rede social além do whatsapp, mas admiro que pessoas se dediquem a postar matérias que com simplicidade e conhecimento de causa toquem profundamente as pessoas te tenham a sorte de fazer tais acessos. Sou carioca e vivo na Bahia há muitos anos e lembro bem desta época, onde a radio relógio federal juntamente com as rádios mundial e jornal do brasil fm embalaram e marcaram a minha infância e adolescência. Sua matéria me fez sentir como atravessar um portal e reviver tanta coisa boa que talvez você possa compreender, e comprovando que cada minuto que passa e um milagre que não se repete e deve ser vivido com intensidade e responsabilidade para que sempre possa ser lembrado com felicidade. Obrigado e boa sorte nesse seu trabalho.

Arlindo Fonseca
arlindo.fonseca@hotmail.com
Claudia disse…
Obrigada, Arlindo, pelo comentário. Ando meio ausente das atualizações do blog, mas acabaste de me estimular a retomar as postagens.

Postagens mais visitadas