Sobre amigos

Existem amigos de longa data, que a gente cultiva por necessidade visceral de manter vivo aquilo que você tem de mais fundamental. São amigos que te constituíram, fizeram você ser o que é hoje. São pessoas que, quando pensamos nelas, o coração aperta e os olhos, tentando buscar esse passado, lacrimejam. Me orgulho de dizer que hoje os tenho como amigos. Alguns o tempo e as opções levaram para tão longe que nenhum meio poderá mais nos unir. Esses amigos se expressam em saudade.

Mas a vida continua e pessoas surgem na nossa vida. Os amigos passam a estar associados a cada um dos papéis que você assume na vida. Há uma distância, e uma relutância, em assumir àqueles com quem você deveria ter uma relação profissional como pessoas importantes para você. Mas são aqueles que estão no seu dia-a-dia, compartilhando questões e soluções; te entendem na forma de chegar, de sentar na cadeira. Esses amigos são a força que ajudam a construir o presente.

Tem aqueles que te renovam, que fazem você rever conceitos e valores, que, mesmo te respeitando o acúmulo de experiências, te trazem a dúvida e um novo olhar, te trazem a incerteza que te força a assumir e amadurecer ideias. Filhas, jovens colegas, colegas das minhas filhas, alunos... Esses amigos são o incentivo para o constante renovar.

Outros surgem a cada dia, pelos meios menos prováveis. Muitas vezes somos nós que buscamos a eles, e acabamos por fortalecer nossos laços de admiração mútua. Nem sempre pensam como nós, quase nunca têm qualquer convergência histórica ou objetivos em comum. Simplesmente se configuram no encontro.

O encontro, o renovar, o crescer, a saudade: isso é fruto da amizade.
Todos, múltiplos e únicos, sempre e a cada momento, amigos, muito obrigada por fazerem parte da minha história.

Dedico essa postagem a todos os amigos que estão nas fotos e aos demais que estão no coração. Não preciso nomea-los. Mas, especialmente, ao meu velho e bom amigo Luis, que acabei de saber que também possui um blog!

Comentários

arouck disse…
Me senti incluído e homenageado. Beijão.
Claudia disse…
Com certeza, Osmarzinho!

Postagens mais visitadas