Depois de Duciomar, Belém espera...

Duciomar, de novo! Essa foi a resposta das urnas.
Aqui no blog, abri uma enquete, e não haviam duas opções. Havia uma terceira, essa sim uma "luz no fim do túnel", um facho de esperança: outra eleição, daqui a quatro anos. E foi esse o verdadeiro desejo dos que visitaram meu humilde blog. Isto é, 70% dos que votaram na enquete não acreditavam nem em Duciomar nem em Priante. Não sei se acreditavam em alguma coisa, sinceramente, também no primeiro turno. Achei esse pleito tão sem-sal...
Não tivemos uma discussão ideológica nem política, nem diferenças de propostas (será que realmente haviam?), nada! Não tivemos candidatos como Gabeira ou Paes, Martha ou Kassab. Não havia polarização, era tudo igual: no fundo, tanto faz a essa altura...
Indo votar ouvi o seguinte comentário: "eu votei no Duciomar porque todo mundo merece uma segunda chance!" Quase parei pra pergundar se eu queria essa segunda chance, mas deixei pra lá...

Vendo essa charge, que trouxe do Blog da Mary, agora entendo por que a minha urna eletrônica no primeiro turno estava em tão mal estado: parecia ter tomado um banho!

Comentários

jornalsanitario disse…
Nossas eleições foram peculiares, mas pouca gente de fora entendeu.A vontade da maioria de Belém: não votar.Ninguém estava animado, a maioria percebeu que Duciomar era uma merda e que a cidade sofrer o maior abandono, ao mesmo tempo que todos lembram as ligações perigosas entre Priante e seu querido titio Jader,que todos sabem, é o expoente vergonhoso do nosso Estado.
Tempo que não vinha aqui, abraços :*

Postagens mais visitadas