Cavernas brasileiras rumo ao buraco!!

Enquanto lutamos no estado do Pará pelo fortalecimento da gestão do patrimônio cultural, com especial atenção à proteção do nosso rico patrimônio arqueológico, o Decreto Federal nº. 6640 de 7 de novembro de 2008 vem abrir espaço para que sítios naturais, com potencial para pesquisa arqueológica, fiquem fragilizados.
O Manifesto contra o retrocesso na legislação espeleológica brasileira, capitaneada pela REDESPELEO Brasil, com apoio da Sociedade Brasileira de Espeleologia - SBE
Segundo o texto do movimento, o recém-publicado Decreto definiria as cavernas brasileiras em subjetiva 'relevância'! Existiriam graus de proteção. "Isto abrirá à possibilidade de destruição de muitas cavernas, cuja importância e valor científico
serão categorizados de forma estranha.
Relevância alta...protege...será?
Relevância baixa...dinamite nelas!
Não podemos permanecer passivos ante o lobby econômico de setores empresariais interessados, e o descaso do governo para com este importante patrimônio natural!"
Existem várias formas de se inserir nesta luta. No site da SBE você pode, conforme o seu vínculo com a causa, optar por vários instrumentos disponíveis. Uma delas, para quem estiver em São Paulo, é participar neste domingo do Protesto dos Capacetes: não ao Decreto 6640!!
PROTESTO DOS CAPACETES: NÃO AO DECRETO 6640!!
Dia 22 de dezembro, às 18:O0 hs
Local: Avenida Paulista, São Paulo/SP, com a concentração no ESPAÇO PÚBLICO DO MASP,
Seguida de caminhada para a FIESP e IBAMA.
Com os capacetes acesos!

A REDESPELEO Brasil e a SBE conclamam aos espeleólogos e simpatizantes da causa:
"A força vem do grupo, mas a responsabilidade é de cada um de nós!"

Comentários

Oi, Claudia, como vê, me tornei leitor assíduo de seus post, inclusive pq. falam de coisas que tb conheci e vivi (sou de N. Iguacu e meu pai, Waldick Pereira, era arqueologo e fundou o Instituto Histórico e Geográfico de Nova Iguaçu; comi mil-folhas no Alemão etc). E tb. porque estudei edificações na ETCS da Fonseca, em, S. Cristovão, e arquitetura entre 1982/3 no antigo CESEP e gosto de coisas como patrimônio artístico e Cultural. Parabens.
Claudia disse…
Obrigada Franz! Também acompanho seu excelente blog. Boa lembrança: o mil-folhas do Alemão...
As histórias de nossos heróis familiares devem ser resgatadas também. Estou começando a coletar histórias de Belém, contando aspectos da cidade em várias décadas (memórias orais). Aceito contribuições!

Postagens mais visitadas